Banner X-tudo Cultural
06
Jul
2017
19:53

Gabriel Moura leva canções autorais e grandes sucessos em festival que valoriza a cultura negra

5a - Gabriel Moura - Noticia.jpg
Foto: divulgação

Um dos grandes compositores da atualidade no Brasil, com mais de 300 obras gravadas por grandes artistas da MPB, Gabriel Moura vem literalmente escrevendo seu nome na história da música brasileira.

Fundador da Banda Farofa Carioca nos anos 90, ele é o principal parceiro de Seu Jorge, que já gravou 50 músicas suas, entre elas “Burguesinha”, “Mina do Condomínio”, “Amiga da Minha Mulher”, “Alma de Guerreiro”, “Quem Não Quer Sou Eu” e “Felicidade”.

Em 2015, participou do festival Back2Black ao lado das cantoras Alcione, Mart’nalia e Fernanda Abreu; foi o show headline da Rock Street no Rock in Rio Festival 2015; e abriu o palco principal no Reveillon 2016 em Copacabana.

No momento, Gabriel está em estúdio gravando seu terceiro disco solo com produção musical de Liminha. Seu show é um verdadeiro baile, recheado de hits que não deixam ninguém parado. Em entrevista à equipe do X-Tudo, ele disse que muito balanço e alegria vão contagiar o público. Confira:

O que você achou do convite para participar da edição 2017 do X-Tudo?
GABRIEL MOURA – Achei maravilhoso. Uma oportunidade de circular fazendo shows em bons teatros, com estrutura e conforto para o público ouvir e conhecer mais o meu trabalho.

O que o público pode esperar da sua apresentação?
GM – O público pode esperar um show alegre, balançado, contagiante, recheado de canções autorais, sendo algumas delas grandes sucessos que cantaremos todos juntos. Pode esperar também uma banda afiada composta por quatro excelentes músicos.

Qual é a importância de instituições como o SESI promoverem iniciativas que valorizem a cultura negra?
GM – Penso que é importante que haja iniciativas como essa para que possamos refletir sobre nossas raízes, já que somos um povo miscigenado e plural. Valorizando a cultura negra, estamos valorizando a própria história do nosso país.

Promover a diversidade artística é um dos objetivos do festival. Como é participar de um projeto que reúne música, teatro, dança, exposição, oficinas e debates?
GM – É uma felicidade enorme poder participar de uma programação tão bacana e dividir a agenda com artistas como Liniker e os Caramelows, Paula Lima, Vilma Melo, entre outros. Exposição, dança, teatro, oficinas, shows... X-TUDO Cultural!!! Parabéns SESI e obrigado pelo convite! Contem com o meu melhor.

 

5c - Gabriel Moura - Noticia.jpg